quarta-feira, 31 de dezembro de 2008




"..esperando esse amor que já veio.."


[Marina Lima]



*Feliz Ano Novo pra quem passar por aqui!
**E vc, em quem vai pensar quando o relógio marcar meia noite?

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008


"Aquela gentileza infantil de desperdiçar o mais comprido dos minutos, medindo em dois copos o que resta de uma garrafa de coca-cola. Até chegar no mesmo nível. E acabar oferecendo o copo que parece mais cheio."


[Fernanda Young]


*é o que quero pra 2009.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2008


"..Se tem uma coisa que eu detesto nesse mundo são as festas obrigatórias em que as pessoas choram porque estão alegres, os fogos de artifício, as musiquinhas chochas, as grinaldas de papel de seda que nada tem a ver com um menino que nasceu a dois mil anos num estábulo indigente..”

[Gabriel Garcia Márquez - Memória de minhas putas tristes]

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008


"..Sim, vai e diz
Diz assim
Que eu rodei
Que eu bebi
Que eu caí
Que eu não sei
Que eu só sei
Que cansei, enfim
dos meus desencontros
Corre e diz a ela
Que eu entrego os pontos
.."


[Chico Buarque]

terça-feira, 16 de dezembro de 2008


"..and i will be just fine
if i know that you know
that i'm wanting, needing your love, oh

and what im trying to say isn't really new..
it's just the things that happen to me
when im reminded of you
like when i hear your name
or see a place that you've been
or see a picture of your grin
or pass a house that you've been in
one time or another
it sets of something in me
i cant explain

and what im trying to say isn't really new..
it's just the things that happen to me
when im reminded of you.."


[Sondre Lerche]

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

dia de mudança.

*fotos; bilhetes; flores secas; presentes antigos; relíquias; cartas; roupas que deveriam estar num brechó; negativos; documentos de 1997; boletins do tempo de escola; primeiros cadernos; primeiros escritos; desenhos estranhos; discos; parafusos; escadas; uma serra tico-tico antiga do pai, poeira; achados; risadas; saudade; sapatos de numeração bem menor; livros e mais livros; caixa de chaves sem uso; chapéu de quando a mãe tinha 7 anos; boneco de madeira feito pelo pai; convites de casamentos; prancha de bodyboard; bola de basquete; caixa de ferramentas; recortes de jornal; coleção de revistas de decoração; pinacoteca Caras; patins; flor de maio; violão quebrado; cadeira de praia; abswing; caneca da Oktoberfest; bugiganga; filmes infantis em vhs; album de formatura; luminária em forma de flor; livro de poesia do segundo grau; "eu amo você" na contra capa de um livro; cartões de aniversário; louças; tapetes, sofás; cansaço; ...;e finalmente: o ECO.


*Um passeio pelo passado.
*Senti tanta gente tão perto.
*saudosa, no entanto, feliz por ainda ter na memória tudo aquilo que importa.

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

domingo, 30 de novembro de 2008


Esse gostar tem me arrebatado tão violentamente nesses últimos dias e me assustado tanto, que tudo que eu tenho feito se resume a fugir e mascarar essa coisa que cresceu pra além do tamanho de seu esconderijo. Feito uma criança que atrás da cortina não consegue evitar que os pés fiquem à mostra, assim é o que sinto, e por mais que eu não ouse acabar com o seu-pique esconde, eu me pego sempre fitando e medindo de longe a sua altura e o bater dos pezinhos ansiosos por de baixo do pano que cobre a janela.

[Aline Nunes]

sábado, 29 de novembro de 2008





"..Dou gargalhada, dou dentada na maçã da luxúria,
Pra quê?
Se ninguém tem dó, ninguém entende nada
O grande escândalo sou eu
aqui,
só.

[Caetano Veloso]




*dia de brincar de pique-esconde com o mundo.

quinta-feira, 27 de novembro de 2008








“Não temos usado a palavra amor para não termos de reconhecer sua contextura de ódio, de amor, de ciúme e de tantos outros contraditórios.”

[Clarice Lispector]

terça-feira, 25 de novembro de 2008







"..Muito pra mim é tão pouco
e pouco eu não quero mais.."


[Paulinho Moska]

segunda-feira, 24 de novembro de 2008





"..e você o que pensa do assunto se a gente se encontra mas nunca tá junto?
vivendo esse quebra cabeça sem luz.."


[Oswaldo Montenegro]

domingo, 23 de novembro de 2008


"..Não vamos fuçar
Nossos defeitos
Cravar sobre o peito
As unhas do rancor
Lutemos, mas só pelo direito
Ao nosso estranho amor...

Oh! Mainha!
Deixa o ciúme chegar
Deixa o ciúme passar
E sigamos juntos

Oh, Neguinha!
Deixa eu gostar de você
Prá lá do meu coração
Não me diga nunca não.."


[Caê]

sexta-feira, 21 de novembro de 2008









"..Venha quando quiser, ligue, chame, escreva - tem espaço na casa e no coração, só não se perca de mim.."


[Caio Fernando Abreu]

quarta-feira, 12 de novembro de 2008






"..'Cause there's no doubt in my mind
I know what I want to do
And just as sure as
One and one are two
I just got to take care of you
I'll take care of you
I'll take care of you.."

[Mark Lanegan]

terça-feira, 11 de novembro de 2008


"..Lembra, lembra, lembra, cada instante que passou
De cada perigo, da audácia do temor
Que sobrevivemos que cobrimos de emoção
Volta a pensar, então.

..Pára de fingir que não sou parte do seu mundo.."


[Milton Nascimento]



*wondering if the lack of signs should be considered a sign.

segunda-feira, 10 de novembro de 2008






".. eu vivo só da lembrança
De uns olhos cor de esperança..

..Que ai de mim!
Nem já sei qual fiquei sendo
Depois que os vi.."


[Gonçalves Dias]

sábado, 8 de novembro de 2008



"Eu nunca sonhei com você,
Nunca fui ao cinema,
Não gosto de samba,
Não vou a Ipanema,
Não gosto de chuva nem gosto de sol.

E quando eu lhe telefonei,
desliguei, foi engano.
O seu nome não sei.
Esqueci no piano as bobagens de amor
Que eu iria dizer.."



[Tom Jobim]


*Espero que você já esteja apta a concordar comigo que todas essas afirmações são pequenas mentirinhas do Jobim para a tal Lígia e de mim para você.

quarta-feira, 5 de novembro de 2008


"..Eu sei e você sabe, já que a vida quis assim
Que nada nesse mundo levará você de mim
Eu sei e você sabe que a distância não existe
Que todo grande amor
Só é bem grande se for triste
Por isso, meu amor
Não tenha medo de sofrer
Que todos os caminhos me encaminham pra você.."

[Tom Jobim / Vinícius de Moraes]



*Come pick me up.

domingo, 2 de novembro de 2008




"..I'm not lying, sure it seems like I'm trying to get back to you.
Do you miss me too?..

..I've been losing my mind, wastin' my time
I'm not crazy, sure it seems like I'm lazy, lets get back to you
You been takin' it hard, I know it's hard
I'm not lyin' sure it seems like I'm tryin' to get back at you
Do you miss me too?.."


[Wilco]


!

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

domingo, 26 de outubro de 2008


Não sei se isto é amor. Procuro o teu olhar
Se alguma dor me fere, em busca de um abrigo;
E apesar disso, crê: nunca pensei num lar
onde fosses feliz, e eu feliz contigo.
Por ti nunca chorei nenhum ideal desfeito.
E nunca te escrevi nenhuns versos românticos.
Nem depois de acordar te procurei no leito
Como a esposa sensual do Cântico dos cânticos.
Se é amar-te não sei. Não sei se te idealizo
A tua cor sadia, o teu sorriso terno...
Mas sinto-me sorrir de ver esse sorriso
Que me penetra bem, como este sol de Inverno.
Passo contigo a tarde e sempre sem receio
Da luz crepuscular, que enerva, que provoca.
Eu não demoro a olhar na curva do teu seio
Nem me lembrei jamais de te beijar na boca.
Eu não sei se é amor. Será talvez começo...
Eu não sei que mudança a minha alma pressente...
Amor não sei se o é, mas sei que te estremeço,
Que adoecia talvez de te saber doente.


[Camilo Pessanha]

quarta-feira, 22 de outubro de 2008


Vem comigo agora
Hoje enquanto a gente se adora
E a vida diz baixinho
É hoje
É o amor que te envolve
É o amor que te move
Eu te procurava longe
E gente que eu amava
Só pra me perder de ti
Se o nosso amor ninguém remove
Ninguém, perfumes e aromas diferentes,
Beijos que nunca são iguais.
Porque não confessamos simplesmente?
Nós dois nos desejamos mais e mais
É a vida que diz
É hoje


[Marina Lima]


*Depois do amargo, fica na língua a doçura da vida.
Dias bons, novos ares, novas pessoas, novos lugares. Saboreio entre tantas outras coisas, o som delicioso de novas risadas.
Do passado eu revisito só aquilo e aqueles que merecem ser lembrados. Há outra maneira melhor de viver?

Tempo de esvaziar as gavetas, deixando apenas o que pro coração for de valia.

segunda-feira, 20 de outubro de 2008


"..I've been waiting for so long just to tell you I was
wrong.
Gonna find this love we had gonna try to change
I've been waiting for so long just to tell you I'm the
one
Don't change your mind this time
Would I find you here?.."


[the magic numbers]

domingo, 19 de outubro de 2008


We spent some time
Together walking
Spent some time just talking
About who we were
You held my hand so
Very tightly
And told me what we
Could be dreaming of

There’s nothing like you and I

We spent some time
Together drinking
Spent some time just thinking
About days of joy
As our hearts started
Beating faster
I recalled your laughter
From long ago

There’s nothing like you and I

We spent some time
Together crying
Spent some time just trying
To let each other go
I held your hand so
Very tightly
And told you what I would be
Dreaming of

There’s nothing like you and I
So why do i even try?
There’s nothing like you and I


[Nothing like you and I - The Perishers]


*Um dia desses, assim que você achar a caixa onde guardou o véu, eu me caso com você.

sábado, 18 de outubro de 2008


Tarde turquesa
Quarenta graus
Talvez porque você não esteja
tudo lateja
Tarde sem nuvem
Cinquenta graus
Talvez por sua ausência
tudo derreta
Noite sem ninguém
Nada se mexe
Eu sonho nosso amor a sério
E você em outro hemisfério
Enquanto tudo derrete
Enquanto tudo derrete
Enquanto tudo parece
Derreter


[Adriana Calcanhotto]


*Caloooor.
Me convida pra um banho de chuva?

segunda-feira, 13 de outubro de 2008




­­­"Não se preocupe em entender. Viver ultrapassa todo entendimento. Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei.."


[Clarice Lispector]


*É que de vez em quando eu me dou ao luxo de ser arrebatada por uns desejos malucos.
Transgredir as próprias regras pode ser absurdamente libertador.

**tão bom saber que eu tô de volta!!

=D

Uma excelente semana a todos!!!!!!

sábado, 11 de outubro de 2008



"..Estou hoje vencido, como se soubesse a verdade.
Estou hoje lúcido, como se estivesse para morrer,
E não tivesse mais irmandade com as coisas...

...Estou hoje perplexo como quem pensou e achou e esqueceu...

...Serei sempre o que não nasceu para isso;
Serei sempre só o que tinha qualidades;
Serei sempre o que esperou que lhe abrissem a porta ao pé de uma parede sem porta.."

[Tabacaria - Álvaro de campos (Fernando Pessoa)]


*Sem dúvida o melhor de seus heterônimos.

**nada como uma boa briga doméstica para me manter motivada a estudar. ¬¬
***Compus uma nova canção. Pareceu-me suuuper foda ontem..Hj eu já não sei [Deve ser algum destempero hormonal..],mas me rendeu a excitação de voltar a escrever; as risadas da Lud ao telefone e uma conversa sobre um projeto musical bacana.

Bom sábado pra todas as pessoas acanhadas que entram aqui e não comentam.

sexta-feira, 10 de outubro de 2008


"Não vou sentir medo de me entregar
O medo passa longe de mim
Tem que correr quem quiser alcançar
E é claro, claro que eu tô afim
Caju, Caju, eu leio os sinais
Vem vindo coisa boa pra mim
Me sinto bem, me sinto capaz
De transformar o tempo ruim

Pode ser amor
Pode ser confusão
Não sei...
Pode ser terror
Pode ser ilusão
Pode ser o que for.."

[Marina Lima]



*noite de sonho bacana [cruzando os dedos para que ele se torne verdade..].
*noite de gente que amo.

quarta-feira, 8 de outubro de 2008



"..Você me disse apenas:
-Fui ao inferno,
Tudo pra não te procurar.
Eu me senti num beco
E disse a seco:
-Como é que não te vi por lá?.."

[Marina Lima]

terça-feira, 7 de outubro de 2008


"Se você pensa que eu não sou
Aquilo tudo que sonhou
Pois saiba que dói mais em mim
Saber você tão tola assim

O fato é que eu já comecei
A olhar em outra direção
Se todo mundo é mesmo gay
O mundo está na minha mão.."

[Marina Lima]

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

"..You write such pretty words
But life's no storybook
Love's an excuse to get hurt
And to hurt.."


[Bright Eyes]

domingo, 5 de outubro de 2008




"..Deixe em paz meu coração
Que ele é um pote até aqui de mágoa
E qualquer desatenção, faça não
Pode ser a gota d'água.."

[Chico Buarque]

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Parabéns!



Que nos saibamos lembrar sempre:
Eu de ti e tu de mim.
Que nos saibamos reconhecer após dezenas de Setembros
Que ainda estão por vir, mesmo que não nos falemos,
Mesmo que ajamos contrariando as cortesias vãs e contrariando
Os bons costumes. Mesmo que não ousemos nos cumprimentar.
Eu conto a tua idade todo nono mês do ano e te escrevo um poema.

Acontece de eu te ter um carinho imenso.


"..Eu apenas queria que você soubesse
Que aquela alegria ainda está comigo
E que a minha ternura não ficou na estrada
Não ficou no tempo presa na poeira

Eu apenas queria que você soubesse
Que esta menina hoje é uma mulher
E que esta mulher é uma menina
Que colheu seu fruto flor do seu carinho.."



Pra sempre grata.

segunda-feira, 25 de agosto de 2008




"..they will see us waving from such great heights, "come down now" they'll say
but everything looks perfect from far away,
"come down now" but we'll stay.."



[Iron & Wine]


*Tarde de domingo perfeita..o mérito é todo seu. =]

terça-feira, 12 de agosto de 2008


"..If you were falling, then I would catch you.
You need a light, I'd find a match.

Cuz I love the way you say good morning.
And you take me the way I am.

If you are chilly, here take my sweater.
Your head is aching, I'll make it better.

Cuz I love the way you call me baby.
And you take me the way I am.."



[Ingrid Michaelson]

download





*Nada melhor do que o seu colo no fim do dia.

domingo, 10 de agosto de 2008


No fundo, no fundo,
Bem lá no fundo,
A gente gostaria
De ver nossos problemas
Resolvidos por Decreto

A partir desta data,
Aquela mágoa sem remédio
É considerada nula
E sobre ela - silêncio perpétuo

Extinto por lei todo o remorso,
Maldito seja quem olhar para trás,
Lá prá trás não há nada,
E nada mais

Mas os problemas não se resolvem,
problemas têm família grande,
E aos domingos saem todos a passear
O problema, sua senhora
E outros pequenos probleminhas.



[Paulo Leminski]



*Cansaço físico e mental. Tô só o caquinho. Eu até gosto. =]
Não sobra tempo pra reclamar da vida. XD

*Dias de estudo, solidão e saudade.

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

You're just somebody that I used to know.



"..I had tender feelings that you made hard.
So when i go home, i'll be happy to go -
You're just somebody that i used to know.

You don't need my help anymore,
It's all now to you, there aint no before,
Now that you're big enough to run your own show
You're just somebody that i used to know.

I watched you deal in a dying day,
And throw a living past away,
So you can be sure that you're in control,
You're just somebody that i used to know.

I know you don't think you did me wrong,
And i can't stay this mad for long,
Keeping a hold of what you just let go -
You're just somebody that i used to know.."


[Elliott Smith]





*Como pode alguém mudar tanto a ponto de se tornar, muitas vezes, irreconhecível?

segunda-feira, 4 de agosto de 2008







"..Para viver um grande amor, na realidade, há que compenetrar-se da verdade de que não existe amor sem fidelidade - para viver um grande amor. Pois quem trai seu amor por vaidade é desconhecedor da liberdade, dessa imensa, indizível liberdade que traz um só amor.."


[Vinicius de Moraes]

sábado, 2 de agosto de 2008


"..As moças eram rosas, e suas estações eram breves como as das flores. Deviam ser colhidas antes do anoitecer, porque o dia era curto, e o dia era tudo[...]Porque o gosto de Orlando era amplo; não era amador de flores de jardim, apenas; mesmo as selvagens e nocivas o fascinavam[...]


[...] A quem havia amado, que havia amado até ali?[...]"



[Orlando - Virginia Woolf]





Durmo e acordo com Orlando. Durante 185 páginas, hei de ser dele.




Deixa eu ir que ele tá me gritando.
[Submissa mode: on]

quinta-feira, 24 de julho de 2008


"Meus olhos, famintos, não se cansam de te acariciar
Procuram sempre um novo ângulo pra te admirar
E sonham mergulhar na sua boca de vulcão
Provar todo o calor que há na sua erupção

Escorregar nos rios claros
das margens dos teus pêlos
E encontrar o ouro escondido
que brilha em seus cabelos
Devorar a fruta que te emprestou o cheiro
E talvez desfrutar de um amor puro e verdadeiro

Esquecer o espaço, o tempo e o viver
Perder a noção do que é ter a noção do perder.."



[Moska]



*De repente, a vida pareceu-me bem mais leve e doce.


"your magic is working"

quinta-feira, 17 de julho de 2008




Férias produtivas [leia-se: cansativas].

"..Cause it's getting winter and if I want any flowers
I gotta get those seeds in to the ground.."

sexta-feira, 4 de julho de 2008


"Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar em mim.
E sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência, essa ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim."


[Carlos Drummond de Andrade]




Top 7 - Sobre saudade:


1. Since I still tell you my every day [The Innocence Mission]
- download

Tô pra escutar coisa mais doce e triste. Se alguém conhecer, me mostra.

"..Since I still tell you my every day,
all these things I want you to be part of,
darling, you’ll be.."

2. Your Picture [Camera Obscura] - download

"..And next time I see you I’ll be pleased to see you
I hope you’ll be pleased to see me.."


3. I just don't think I'll ever get over you [Colin Hay]
- download

"..Your face it dances and it haunts me
Your laughter's still ringing in my ears
I still find pieces of your presence here
Even after all these years.."

Ouch..essa dói.



4. If you see her, say hello. [Bob Dylan por jeff Buckley]
- download

"..She might think that I've forgotten her, don't tell her it isn't
so..
If you get close to her, kiss her once for me.."


5. Pink Bullets [The Shins]
- download

"..But your memory is here and I'd like it to stay
Warm light on a winter day.."


6. Hate it Here [Wilco] - download

"..I try to stay busy
I do the dishes, I mow the lawn
I try to keep myself occupied
Even though I know you’re not coming home.."

Bem mais leve essa, não? =]


7. Call me on your way back home [Ryan Adams]
- download

"..Call me on your way back home dear
Cause I miss you
Honey I ain’t nothing new.."

Confesso que fiquei em duvida entre essa, "Cry on Demand" e "Now that you're gone". Fica a dica.



Bonus Track: Nothin' compares to you [Sinead O'Connor por Stereophonics]
- download

*valeu por essa, Lari. =*


Enjoy it!


Boa sexta.

sábado, 28 de junho de 2008


"..Pois é, não deu
Deixa assim como está, sereno.
Pois é de Deus tudo aquilo que não se pode ver
E ao amanhã a gente não diz
E ao coração que teima em bater
avisa que é de se entregar o viver.."


[Los Hermanos]







E a gente segue sendo aquilo que sempre foi.

eu amo você.

terça-feira, 17 de junho de 2008









"..O presente é tão grande, não nos afastemos.
Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas.."


[Drummond]

segunda-feira, 16 de junho de 2008


"..And the question is, was i more alive
Then than i am now?
I happily have to disagree;
I laugh more often now, i cry more often now,
I am more me.

And the other day, this new friend of mine
Said something to me
"just because something starts differently,
Doesn´t mean it´s worth less."
And i soaked it in, how i soaked it in,
How i soaked it in
And just as to prove how right he was,
Then you came.
So i´m gonna give, yes i´m gonna give,
I´m gonna give you a try,
So i´m gonna give, yes i´m gonna give,
I´m gonna give you a try.."



[Peter Bjorn and John]



Dia D.
Tanta coisa acontecendo e tudo isso serve pra apontar uma direção.
As coisas que ouço, aquilo que vejo, tudo parece conspirar a seu favor.
Acho que não tenho muita escolha. Cruza teus dedos comigo, discorda das minhas convicções até me fazer duvidar de cada uma delas e me abraça bem forte que é pra ver se eu crio coragem.

quinta-feira, 12 de junho de 2008

Oooh darling who needs love?
Who needs a heaven up above?
Who needs the clouds, in the sky, not I.

Oooh darling who needs the rain?
Who needs somebody that can feel your pain?
Who needs the disappointment, of a telephone call, not I
No I don't need that at all, not I

I'm, tired of love
Yeah, sick of love
I've taken more than enough

Oooh darling who needs the night?
The sacred hours, the fading life
Who needs the morning, and the joy it brings, not I
I've got my mind on other things, not I.

Oooh darling who needs joy?
Who needs a perfect girl or boy?
And who needs to draw, that person near, not I
Because they always disappear,
not I.

And you know, I'm, tired of love
Yeah
Yeah I'm, sick of love
Yeah
I've taken more than enough


[Who needs love? - Razorlight]

domingo, 8 de junho de 2008

"..She says forget what you have to do,
Pretend there is nothing outside this room.
And like an idea she came to me,
but she came too late
or maybe too soon.
I said please try not to love me,
close your eyes, i'm turning on the light.
You know i have no vacancy
and it's awfully cold outside tonight.

The rain stains the brick a darker red
slowly i'm rolling out of her bed
The rain stains the streets a darker black
I dress my face in stone
because i can't go back.

I feel her eyes watching me
from behind the curtain of her hair
And she says i'm sorry,
I didn't mean to stare.
I say i think i really have to go now
but oh baby, maybe someday
maybe somehow.."


[She Says - Ani Difranco]

quarta-feira, 28 de maio de 2008

"..Vou apitar chamando os guardas, os anjos, Nosso
Senhor, as prostitutas, os mortos!
Venham ver a minha degradação,
A minha sede insaciável de não sei o quê.."

[Quintana]


___-___


"-Me leva daqui.
Eu sempre quis fugir de algo que a mim nunca se mostra.
Sempre quis fugir dessa coisa vã de se estar vivo e viver assim, medíocre.
Nada disso parece saciar.
Mas o meu mal é não ter metas. Coisa mais triste aí não há.
Eu nem sei mesmo onde pretendo chegar e nem sei se é isso que quero."

Há o lado bom de se estar perdida. Há sempre a ânsia de se encontrar, mas acabar por se perder mais ainda.
Me perco sempre nessas ruas, me falta senso de direção e algo ou alguém que me oriente.
Me perco sempre em tantas vidas, eu coabito tantas delas.
É muito braço, muito lábio, muita perna. E eu sou só o ser mais só.
Que eu me quero e vejo assim, simples co-habitante, coadjuvante da cena alheia.
E é dessa forma que eu me gosto.
Eu não sei permanecer e roteiros e contratos me causam um mal estar tamanho.
É como estar de mal comigo. Tanta premeditação me remete a uma clausura das mais fundas do planeta.
Lá por onde o magma corre. Seco, quente e abafado.
È louvável saber partir. Se emprestar a certas coisas e depois se retirar.
E por mais rude que soe e, por deus, sem egocentrismo algum, eu agora me empresto.
E isso, convenhamos, pra quem que não garante permanência, é o mais sensato a se fazer.
Eu não nego companhia. Nem abraços, nem sorrisos. Carinho é coisa das mais bacanas.
E é o que eu deixo de mim. É o que tenho guardado de quem, assim como eu, não soube ficar.
Se doar é uma façanha pra poucos e, das mais árduas.
Só pode quem ama em tamanho extra-grande.
E a mim, o que fora do amor reservado, eu já sorvi.
Só que eu não sirvo mais pro choro. Eu cresci mais do que o que é saudável para uma pessoa crescer.
Eu envelheci pra bem mais dos vinte anos que no mês passado fiz.
E a vida perdeu muito do gosto, talvez por causa do cigarro ou da mesmice enjoativa.
É muito braço, muito lábio, muita perna. Vez ou outra isso me cansa.


___-___

Comecei a tomar Ritalina, talvez agora meus poemas passem a ter começo, meio e fim.

That's all folks"

*estou encantada pelos comentários deixados aqui. =]

sexta-feira, 4 de abril de 2008

Sinto o abraço do tempo apertar
E redesenhar minhas escolhas
Logo eu que queria mudar tudo
Me vejo cumprindo ciclos, gostar mais de hoje
E gostar disso
Me vejo com seus olhos, tempo
Espero pelas novas folhas
Imagino jeitos novos para as mesmas coisas
Logo eu que queria ficar
Pra ver encorparem os caules
Lá vou eu, eu queria ficar
Pra me ver mais tarde,
Sabendo o que sabem os velhos
Pra ver o tempo e seu lento ácido dissolver o que é concreto
E vejo o tempo em seu claroescuro
Vejo o tempo em seu movimento
Me marcar a pele fundo, me impelindo, me fazendo
Logo eu que fazia girar o mundo,
Logo eu, quem diria, esperar pelos frutos
Conheço o tempo em seus disfarces, em seus círculos de horas
Se arrastando feito meses se o meu amor demora
E vejo bem tudo recomeçar todas as vezes
E vejo o tempo apodrecer e brotar
E seguir sendo sempre ele
e o tempo todo começar de novo
E ser e ter tudo pela frente.


[Abril - Adriana Calcanhotto]

terça-feira, 1 de abril de 2008

"..Como pode querer que a mulher vá viver sem mentir?.."

1° de Abril.

Hoje deu vontade de pegar o telefone logo cedo e depois do "alô", dizer: -Parabéns pelo seu dia!

Teria sido engraçado (pelo menos pra mim).

Mas o dia hoje tá tão bonito que se nega a dar a deixa pro meu sadismo.


A partir de amanhã os dias voltam a ser dias da verdade. É sempre bom lembrar..